postado em: 29/06/20 as 15:00, atualizado em: 29/06/20


Atividades reduzidas na Ameron agilizam reformas e benfeitorias


Ao menos algum aspecto positivo o isolamento social trouxe para a sede social da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia (Ameron). É que as atividades reduzidas no recinto desde o dia 11 de março, em virtude da pandemia do novo coronavírus (COVID-19), tem facilitado a execução de alguns trabalhos de manutenção e conservação do patrimônio da Ameron. Os serviços incluem a reforma dos banheiros dos apartamentos da hotelaria, reorganização do escritório de administração e aquisição de novas poltronas. Tais fatores demonstram que as atividades não estão paralisadas, mesmo no período de pandemia.

Ao longo de três semanas, uma equipe terceirizada e especializada em reformas esteve na sede social para trabalhar na revitalização dos banheiros dos apartamentos da hotelaria. Na ocasião foram substituídos os revestimentos das paredes, tubos e conexões. O local também recebeu serviços de pintura nos tetos e foram assentados dois tipos de porcelanatos: 60 x 60 cm e 70 x 70 cm. A equipe de manutenção instalou a pia de cuba em mármore, a rocha também foi utilizada para separação no desnível do box para o piso do banheiro. “É importante fazer essas reformas para dar um visual novo, pois assim a gente se sente melhor e tem a sensação de estarmos em um lugar mais moderno. O arquiteto quis inovar e colocou agora aquilo que está na moda da construção”, comenta o mestre de obras, Daniel Avelino Zanelar. É importante destacar que as obras foram realizadas respeitando os protocolos de segurança para o enfrentamento do coronavírus recomendados pelas autoridades sanitárias. Para evitar a aglomeração, os trabalhos foram executados por um pintor e um pedreiro.

No escritório de administração, logo na entrada, foi colocado um novo jogo de poltronas para receber o associado, de forma a acomodá-lo de maneira mais aconchegante. Além disso, todo o escritório recebeu serviços de pintura no depósito e na recepção, outras repartições também devem receber a benfeitoria.

Igualmente, houve a reorganização do almoxarifado onde estão armazenados documentos históricos, equipamentos antigos e decorações para festas que fizeram e ainda fazem parte da memória da Ameron. A conservação do espaço demonstra a preocupação da atual diretoria em preservar a história da Associação. E por fim, os trabalhos de jardinagem e outras manutenções periódicas tem sido executados normalmente ao longo da quarentena, com as medidas restritivas adotadas para evitar aglomerações e propagação do coronavírus na sede social.

Fonte: Assessoria de Comunicação - Ameron

comments powered by Disqus