postado em: 15/10/19 as 11:00, atualizado em: 17/10/19


Presidente da AMB se despede dos magistrados de Rondônia


Juízes e desembargadores de Rondônia receberam a visita do presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Jayme de Oliveira e da presidente da Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj), Renata Gil Alcântara Videira. O encontro tratou sobre os assuntos de interesse da magistratura e projetos tramitados no Congresso Nacional que envolvem o Poder Judiciário, essa pode ter sido a última reunião do atual presidente da AMB com a magistratura de Rondônia por conta da sucessão presidencial da entidade.

Para o presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia (Ameron), desembargador Alexandre Miguel, a visita dos presidentes das associações representa o prestígio do Judiciário de Rondônia no cenário nacional. “A AMB tem realizado intenso trabalho de divulgação e transparência das ações com os associados, o que demonstra a preocupação da instituição em ouvir os anseios dos colegas e atender as necessidades da magistratura no sentido de aperfeiçoar a prestação dos serviços jurisdicionais”, afirma o presidente da Ameron.

Na opinião do presidente da AMB, Jayme de Oliveira, a agenda de atividades em Porto Velho foi intensa e produtiva. “Essa é uma oportunidade para conversar com a magistratura do Estado, enaltecer os trabalhos dos colegas e discutir as pautas da magistratura. Aproveitei para me despedir porque, provavelmente, não terei outra oportunidade de voltar antes do término do mandato e estamos a 60 dias de entregar a administração. Quero agradecer aos colegas por terem feito um relato desses três anos, deixando como um dos maiores legados - para além de todo o trabalho nas pautas - essa união que se construiu na AMB e uma remodelação no que diz respeito a gestão. É um trabalho muito forte no institucional, mas acima de tudo, nesse espírito que se construiu ao longo de três anos e que gerou uma AMB muito unida e com decisões construídas no consenso”, disse o presidente da AMB em tom de despedida.

A aproximação entre magistrados de diversas regiões é fundamental para a consolidação de um Judiciário forte e independente na opinião da presidente da Amaerj, Renata Gil Alcântara Videira. “O meu objetivo é coletar as informações de como a magistratura de Rondônia está conformada. Conversei com os desembargadores, juízes do trabalho e magistrados do primeiro grau que levaram todas as suas aflições com relação ao momento em que nós estamos vivendo. Debatemos sobre lei do abuso de autoridade, as questões remuneratórias da magistratura e a nossa pauta no Congresso Nacional. Foi uma experiência muito boa e a convivência com os juízes do Norte permitiu perceber que tem uma realidade diferente do contexto nacional. Nós observamos que cada região do Brasil tem, pelas suas características e anseios, problemas diferentes”, avalia a magistrada fluminense.

Na reunião ocorrida no edifício sede do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia estiveram presentes os desembargadores, Roosevelt Queiroz Costa; Renato Martins Mimessi; Valdeci Castellar Citon; José Jorge Ribeiro da Luz; Hiram Marques; Gilberto Barbosa; Miguel Mônico, José Antônio Robles; Daniel Ribeiro Lagos; Marcos Alaor Diniz Grangeia e Raduan Miguel Filho. A vice-presidente da Ameron, Inês Moreira da Costa; a juíza auxiliar da presidência do TJRO, Euma Mendonça Tourinho; e os juízes Adolfo Theodoro Naujorks Neto; Ênio Salvador Vaz e Cristiano Gomes Mazzini também estiveram presentes.

Fonte: Assessoria de Comunicação - Ameron

comments powered by Disqus