postado em: 03/10/19 as 08:25, atualizado em: 04/10/19


Juízes do TJRO são homenageados pelo Legislativo



Dois magistrados gaúchos, mas que criaram raízes em Rondônia, receberam oficialmente o título de “Cidadão Honorífico do Estado de Rondônia”, a concessão do título é de autoria do deputado estadual Adelino Follador e foi aprovado por unanimidade pela Casa Legislativa. Os juízes Elsi Antônio Dalla Riva e Edilson Neuhaus, além de terem nascido no Rio Grande do Sul e escolherem Rondônia como novo lar, coincidem também pela trajetória de sucesso na atuação da judicatura. A mesa que outorgou a homenagem foi composta pelo presidente da Assembléia Legislativa deputado estadual Laerte Gomes; o desembargador do TJRO, Roosevelt Queiroz Costa; o corregedor do Tribunal de Contas do Estado, Paulo Cury Neto; o deputado constituinte Tomás Correia a advogada Aline Correia – representando a OAB/RO.

Para o propositor da honraria, deputado estadual Adelino Follador, “Essas homenagens incentivam outras pessoas a seguirem exemplos tão grandiosos. É o nosso reconhecimento, em nome da sociedade de Rondônia, pelo trabalho de dois respeitados magistrados, com larga folha de serviços prestados à sociedade rondoniense”, destacou.

O presidente da Casa Legislativa, deputado estadual Laerte Gomes, ressaltou a importância que o título confere aos homenageados, uma vez que se trata da mais alta comenda do Legislativo. “Quero dizer aos homenageados que a honraria que recebem, é mérito do trabalho dedicado ao longo da trajetória profissional. Os dois juízes possuem uma vasta folha de serviços prestados à Rondônia e que é reconhecida pela sociedade”, proferiu.

Em pronunciamento, o desembargador Roosevelt Queiroz Costa lembrou dos primeiros anos de atuação na magistratura, quando os serviços públicos começaram a ser instalados e efetivados em Rondônia e reforçou a dedicação dos magistrados homenageados enquanto atuaram na judicatura. “Podemos testemunhar que os juízes Edilson Neuhaus e Elsi Dalla Riva, permaneceram por décadas na mesma comarca e sem qualquer mancha, sem qualquer mácula. São juízes realmente modelos e que dignificam a carreira e o Judiciário de Rondônia”, afirmou.

A juíza Úrsula de Farias Souza se emocionou ao lembrar dos trabalhos desempenhados pelos colegas ao longo de duas décadas dedicadas aos serviços jurisdicionais. “ Homenagem a todo o Judiciário, pela atuação dos dois magistrados, tão humanos, tão ligados à comunidade. São dois espelhos, que me orientam e me aconselham muito. Foi uma grande honra têlos como amigos e magistrados”, observou.

A Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia também marcou presença na cerimônia de entrega do título de “Cidadão Honorífico do Estado de Rondônia” aos magistrados homenageados, a vice-presidente da Ameron, Inês Moreira da Costa acompanhou a entrega da honraria concedida apenas para as personalidades que prestaram relevantes serviços à sociedade rondoniense em diversos campos, entre eles o Judiciário.

O juiz Elsi Antônio Dalla Riva se dedicou por 22 anos à magistratura. Ele foi um dos incentivadores para a construção da Casa Abrigo Lar da Criança e do Adolescente de Jaru que há 15 anos faz o acolhimento aos que necessitam de amparo e proteção. Também é de iniciativa do magistrado a criação do Clube de Mães do Setor 08, em Jaru, além de melhorar e ampliar os Clubes das Mães dos Setores 04 e 07. O juiz Elsi Antônio Dalla Riva também realizou parcerias com entidades da sociedade civil, como a APAE, o Lions Clube, o Proerd, o projeto Bombeiro Mirim e diversas outras ações sociais. “Nós da magistratura, devemos nos preparar para enfrentarmos dias amargos, pelo ambiente que está sendo criado de cobrança com o Judiciário. Cobranças estas nem sempre justas”, endossou o juiz Elsi Antônio Dalla Riva ao agradecer as homenagens.

Na magistratura desde 1991, com passagens pelas comarcas de Cacoal, Costa Marques e Ariquemes – onde atuou até 2018, ano em que foi promovido para a 6ª Vara Cível de Porto Veho, o juiz Edilson Neuhaus teve a carreira marcada pela dedicação às operações da Justiça Rápida e na organização de eleições pelo interior. “ Não escolhemos onde nascemos, mas escolhemos onde fincar raízes. Cheguei ao Estado há quase três décadas, foram muitas dificuldades. Nunca me arrependi de ter escolhido Rondônia. Fui muito bem acolhido aqui, dois de meus três filhos nasceram em Ariquemes. Fui adotado por esse Estado e essa homenagem me dá o direito de orgulhoso, dizer que sou rondoniense de papel passado”, agradeceu emocionado.


* Com fotos e informações do Decom/ALE-RO

Fonte: Assessoria de Comunicação - Ameron

comments powered by Disqus