postado em: 06/06/19 as 12:00, atualizado em: 10/06/19


​Juiz de Rondônia Flávio Henrique de Melo participa de reunião com a Diretoria de Apoio a Magistrados com Filhos Especiais na AMB

Durante o encontro, foram apresentadas propostas de criação de um grupo de trabalho e estudos com o objetivo de editar resoluções que flexibilizem a carreira de magistrados que tenham filhos especiais


O juiz de Rondônia Flavio Henrique de Melo participou da 3ª reunião da Diretoria de Política Institucional e de Apoio para Magistrados com Filhos Especiais da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), que ocorreu na quarta-feira (5), na sede da entidade, em Brasília (DF). A reunião foi presidida pela diretora da pasta na AMB e presidente da Associação dos Magistrados da Bahia (Amab), Elbia Araújo.

Durante o encontro, foram apresentadas propostas de criação de um grupo de trabalho e estudos com o objetivo de editar resoluções que flexibilizem a carreira de magistrados que tenham filhos especiais. Também foi apresentado um panorama do assunto que foi tema de audiência com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Dias Toffoli, na terça-feira (4).

O encontro foi conduzido pelo presidente da AMB, Jayme de Oliveira. A proposta da entidade é que seja criado, pelo CNJ, um grupo de trabalho que priorize esforços para a edição de resoluções que possibilitem aos magistrados em tal situação flexibilizações como o teletrabalho parcial, lotação/designação provisória e pagamento de indenização de férias para ajudar nas despesas de filhos especiais, entre outros.

Outra ideia discutida pelo grupo é reforçar, com o presidente do Comitê Gestor Nacional de Atenção Integral à Saúde de Magistrados e Servidores do Poder Judiciário do CNJ, conselheiro Valtércio de Oliveira, a necessidade de atenção a esses magistrados.

Na oportunidade, os magistrados também puderam trocar experiências e tratar de outros projetos que podem servir de parâmetro para as demais ações da Diretoria.

Fonte: Ascom Ameron

comments powered by Disqus