postado em: 13/03/19 as 09:30, atualizado em: 14/03/19


Magistradas são surpreendidas no Dia Internacional da Mulher


Nas primeiras horas da manhã da sexta-feira (8), as magistradas, lotadas em 13 comarcas de Rondônia, foram surpreendidas ao receber a mensagem para retirada de uma pequena lembrança alusiva as comemorações do Dia Internacional da Mulher. Cada juíza do interior do Estado retirou a encomenda na rodoviária do município onde vive. Elas foram contempladas com um Mini Bolo La Festanza da marca Ganache, empresa genuinamente rondoniense especializada em bolos, doces e chocolates.

Seguida por uma carta endereçado pelo presidente da Ameron, desembargador Alexandre Miguel, que dá o tom a respeito da representatividade da mulher na sociedade. “Como mãe semeia a esperança que ilumina o caminho dos filhos. Como esposa se torna o alicerce da família, onde a perseverança e o amor se irradiam para a construção de uma base sólida de um lar encantador. Como filha demonstra ser mais forte do que os olhos possam enxergar”, afirma o magistrado. A carta encerra com uma síntese, “A intuição feminina é algo singular e fator determinante na ponderação da resolução de conflitos na humanidade. Não é a toa que a peça mais forte do jogo é a Dama”.

As palavras escritas foram suficientes para comover as magistradas. A juíza Cláudia Vieira Maciel de Souza da comarca de Rolim de Moura ficou encantada ao receber a lembrança. “Quem não ama gestos de carinho? Ou algo mais para adoçar o dia? Mulher então, valoriza até os mínimos detalhes de cada gesto. A lembrança me surpreendeu, pois perfeita em tudo: doçura e logística para a entrega”, afirma a magistrada.

A carta e o doce também chegaram nas mãos da juíza Ligiane Zigiotto Bender que atua na longínqua comarca de São Miguel do Guaporé. “Encantam o carinho e a preocupação externados pela diretoria da Ameron. Como magistrada, sinto-me acolhida e prestigiada com estes pequenos gestos, como o mimo recebido no último Dia Internacional da Mulher. Além de revelarem a humanidade e a delicadeza daqueles que estão à frente da atividade associativa, demonstram que não são medidos os esforços para valorizar suas associadas”, ressalta a juíza.

Em Porto Velho, as lembrancinhas foram entregues em cada fórum, enquanto que as magistradas aposentadas e as associadas pensionistas receberam em casa.

Fonte: Assessoria de Comunicação - Ameron

comments powered by Disqus