postado em: 12/03/18 as 12:00, atualizado em: 12/03/18


Chá comemorativo ao Dia Internacional da Mulher tem sorteio de brindes às magistradas


Quebrar a rotina no último dia de trabalho da semana foi uma missão cumprida pela Diretoria de Apoio às Mulheres Magistradas da Ameron, na última sexta-feira (9). Na data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, um grupo composto por onze juízas estiveram na sede social participando de um chá da tarde, conforme os costumes dos ingleses. Na ocasião às magistradas aproveitaram o momento para descarregar o estresse do trabalho em um bate papo descontraído e troca de experiências.

Após surpreender as associadas pela manhã com a encomenda de kit de chocolate e uma carta homenageando as mulheres, o presidente da Ameron juntamente com a diretoria de apoio às magistradas realizaram um chá da tarde. “É uma forma de retribuir e valorizar o que essas mulheres fazem no ambiente de trabalho, pois elas deixam seus lares para ajudar a transformar vidas levando cidadania e Justiça. São mulheres que além de chefiar o lar carregam a responsabilidade que a magistratura exige e muitas sentem a pressão de se autocobrar e oferecer o que tem de melhor de si para a família e para o trabalho”, afirma o presidente da Ameron, desembargador Alexandre Miguel.

A diretora de apoio às mulheres magistradas, Silvana Maria de Freitas, explica como foi o desafio de reunir as colegas de trabalho no meio de semana. “Todos os anos havia essa demanda em realizar algo diferente no Dia Internacional da Mulher e esse ano resolvemos colocar em prática. Primeiro decidimos qual seria a data, depois o formato: se promoveríamos um jantar ou coquetel. Ainda precisávamos definir o horário até mesmo porque a maioria tem que buscar os filhos na escola. A nossa diretora de comunicação social Euma Tourinho e a equipe técnica da Ameron foram apoio importante para que tudo desse certo”, revela a magistrada.

Para a juíza que responde pela 1ª Vara do Tribunal do Júri, Juliana Paula Silva da Costa Brandão, ações como essa fortalecem ainda mais a magistratura em torno da defesa de interesses comuns. “É uma oportunidade que nós temos de nos confraternizar, trocar experiências e nos relacionar falando sobre outros assuntos que não sejam somente o trabalho. Precisamos nos identificar como colegas e esse é um momento maravilhoso para isso. É difícil nos encontrarmos no nosso dia a dia porque nossa agenda é sempre muito cheia e nossas atividades são sempre intensas”, analisa. “A mulher por sua sensibilidade valoriza aquilo que lhe oferecem de reconhecimento e amor. Um chá feito pela nossa Associação nos valoriza e nos reconhece”, complementa.

A mesma linha de raciocínio é seguida pela juíza substituta da comarca de Porto Velho, Marisa de Almeida. “Esse chá representa o reconhecimento de nós magistradas por nós mesmas pela nossa condição de mulher que precisa de carinho, atenção e apoio mútuo. É um momento em que paramos para refletir sobre aquilo que vivenciamos e está ao nosso redor”, pontua.

Duas cestas café e uma caneca com trufas de chocolate foram sorteados para as magistradas que participaram do encontro, as juízas Marisa de Almeida, Euma Tourinho e Rejane Fraccaro foram contempladas pelos brindes. O chá foi reforçado com banquete composto por sanduíches naturais, salgados assados, torradas, bolos, gelatina e mousse de abacaxi, além de sucos e chás naturais.

Participaram do encontro a vice-presidente da Ameron, Inês Moreira da Costa e as juízas Marisa de Almeida, Juliana Paula Silva da Costa Brandão, Rejane de Sousa Gonçalves Fraccaro, Euma Mendonça Tourinho, Silvana Maria de Freitas, Luciane Sanches, Tânia Mara Guirro, Ivanira Feitosa Borges, Fabíola Cristina Inocêncio e Kerley Regina Ferreira de Arruda Alcantara.


Fonte: Assessoria de Comunicação - Ameron

comments powered by Disqus